, de de

Jovem que matou mãe do cantor gospel Delino Marçal teve surto e tentou matar esposa e a enteada horas antes

Segundo a polícia, antes de ser preso, o suspeito fugiu do local do crime e jogou pedras em ônibus do transporte coletivo.

Foto: Reprodução/Polícia Civil

O delegado André Veloso, que investiga a morte da mãe do cantor gospel Delino Marçal, a pastora Odete Rosalina da Costa, de 79 anos, disse que o jovem suspeito de cometer o crime teve um surto psicótico e tentou matar a própria esposa e a enteada horas antes de invadir a igreja onde estava Odete, em Goiânia.

A pastora foi morta após ser agredida na igreja Assembleia de Deus, nesta sexta-feira (14). A Polícia Civil apurou que o suspeito, de 22 anos, invadiu o templo e começou uma briga com um homem. Depois, ele agrediu a idosa com um objeto de metal e fugiu. Ele foi preso em flagrante.

"Ele chegou em casa por volta de 21h, dormiu e acordou às 2h, surtado, tentou matar a esposa e a filha da esposa, que é de um relacionamento anterior. Possivelmente ele fez um uso prolongado de drogas durante a noite", explicou o delegado.

O tio da mulher, que mora no mesmo lote, interveio e tirou o jovem da casa, segundo o delegado. A partir daí, ele ficou perambulando nu pelas ruas, foi para a igreja, arrombou a porta e agrediu a pastora.

Depois de fugir da igreja, o suspeito jogou pedras em ônibus do transporte coletivo. Um motorista chamou a Polícia Militar, que fez a prisão. O Corpo de Bombeiros compareceu ao local, porém a vítima não resistiu à agressão.


#Com informações do G1 Goiás